“Arre porra que é demais…”

Que país é este? Esta, é seguramente uma pergunta que muitos Portugueses já fizeram ultimamente, eu confesso: Já fiz muitas vezes. Estou farto desta falta de humanidade. É nas leis, sempre e só técnicas, despidas da mais elementar sensibilidade. O caso Esmeralda, aquele, daquela menina que, depois de não sei quantos anos à guarda de uma família de Amor, agora, apareceu o Pai, que nunca quis saber ou importar como ela estava, a dizer: “ – Há e tal Eu até sou o Pai e agora que me apeteceu ter a minha menina e não se esqueçam, quero uma indemenização”. ” – Indemenizados deveriamos de ser nós por ter de aturar isto”. Bom, isto é o que eu penso. Mas então, estamos todos loucos. Agora pergunto Eu, as leis, foram feitas para quem? Para as paredes? Para as pedras? Para as arvores ou pássaros? Se calhar mais valia, porque hoje, já há mais quem se importe com a raridade das flores, com os ninhos dos pássaros, com a qualidade das ervas. Enfim, para mim, uma chachada. As leis, foram feitas para as pessoas, se por um lado e bem, devem ter um carácter dissuasor e correctivo, por outro e na minha modesta opinião bem mais importante, devem ter um carácter social, de humanidade, e permitir uma vida mais agradável para todos. Já agora deixo esta ideia: “Pai ou mãe não é quem cria ou gera, é quem ensina a viver, é quem, está presente quando é preciso, é quem acarinha e corrige, é quem dá os braços para abraçar e a cara para beijar. É quem nos levanta do chão quando caimos e nos beijam os joelhos quando nos ferimos.”. Meus amigos, vamos tendo um país despido da mais elementar humanidade, onde está a compreensão? O carinho? A responsabilização social, pelo meu concidadão que nada tem. Estamos a criar um futuro completamente desumanizado, de leis demasiadamente técnicas. Porque nos admiramos, que cada vez mais jovens se entreguem à droga e ás delinquências? Onde estavam os país, os formadores, quando eles precisaram? Porque se demitem os nossos dirigentes das suas responsabilidades sociais, ou não percebem que: Fechando Escolas, Hospitais, Creches, Lares, Centros Sociais, entre tantas outras coisas, estamos a tirar o colo, os braços e a face ás gerações vindouras. Há!, e nada de cruzes ou nomes de Santos nas escolas. Tudo funciona pelos valores económicos, menos hospitais, menos escolas, menos creches, mais tempo a trabalhar, menos pensões, menos reformas, mais aumentos, mais despedimentos. Tudo numa lógica economicista, como se nós, de uma moeda nos tratássemos e depois, uns nascem nas ambulancias, outros nas urgencias e outros infelizmente morrem. Mas não interessa nada. O que importa é que o estado está a poupar muito dinheiro. Muito obrigado, também tem muito menos e piores serviços. Mas sabem? Daqui a uns anos até podemos ter uma grande economia, não temos é a quem a aplicar, ou então, vão ver de nós. Ás ruas, ás cadeias, aos guetos, sim. Porque é aqui que iremos todos acabar concerteza. São mais Impostos, são mais juros, são preços mais altos. É sempre tudo mais, esquecemo-nos apenas que os que ficam menos, somos nós, estes, de carne e osso, qualquer dia muito mais osso do que carne. Eu, que me desculpem mas estou farto de impostos, juros, bolsas, inspecções e outras merdas mais. Lembram-se daquela expressão, do tempo do Salazar, pois cá para mim, agora, aplica-se que nem gingas. “Arre porra que é demais”.

PARA MENSAGENS CLIK EM: josegoncalez@sapo.pt

2 comentários

  1. Impressionante a forma como vc escreve José. É como se diz no Brasil, um tratado literário de saber escrever e bem. Parabenizo-o disso pq sei que nas suas palavras está um verdadeiro escritor de palavras, me perdoe mas comparo-o muito a um outro José, o Saramago, pela delicadeza em como usa as palavras. Amo do coração, José. Sandra Belo.

  2. Estes gaijos são burros ou comem merda


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s