“Porque na politica não pode valer tudo..”

          Bom, começo por referir que sei bem os riscos que estou a correr ao escrever esta voz alta de hoje, mas também quem aqui vem habitualmente, já sabe que nunca deixarei de dar a minha opinião, ou de “Em Voz Alta” escrever aquilo que me vai na mente, sem qualquer medo de conotações, de conversas ou de boatos, que disso estou eu bem farto e bem mais que vacinado, e em bom português, “tou-me cagando”.

Já, por várias vezes, em posts anteriores revelei o meu claro descontentamento com muitas das medidas deste governo e de José Sócrates, em particular, por isso “tou” à vontade, já vão perceber.

         Correm na cidade de Estremoz conversas incompreensíveis, sobre as iluminações de natal, francamente, mas onde é que nós estamos? Que cidade somos nós? Que tipo de pessoas somos? E o que alguns fazem por mero oportunismo politico. Na edição desta semana, do jornal Brados do Alentejo, o Dr. Assis, que pessoalmente me merece todo o respeito, diz que as iluminações de natal em Estremoz, custaram “129.000 mil euros” e que deveriam ter sido elaboradas pelos funcionários do município.

         Hoje, já ao fim do dia, recebi na rádio, onde como sabem, ocupo o cargo de Dir. de Informação, um fax da câmara municipal de Estremoz, assinado pelo Dr. João Carlos Chouriço, que publico na integra no fim do meu texto, onde para além do esclarecimento, se deu ao trabalho de enviar, na totalidade o contrato que o município celebrou com a empresa Iluminovaz, que concorreu e instalou as iluminações e afinal, preto no branco, constatamos que as iluminações custaram 19.150€ mais iva.

         Depois, há blogs e mais bloguistas e mais este e aquele e o outro a dizerem, “Os funcionários de câmara é que deveriam ter feito as iluminações”. Mas como é possível? Os funcionários são bons é certo, têm capacidade, mas só quem de facto não entende nada de nada é que pode achar que os funcionários e a câmara tinha meios e possibilidades de realizar uma iluminação ao nível da que esteve instalada em Estremoz.

         Eu já disse e repito, que sei bem os riscos que estou a correr, mas estou-me borrifando, todos sabem que não faço, não fiz, parte de qualquer lista ou movimento politico, mas com a forma de estar que Deus me deu, jamais me posso calar perante tanto disparate. Há dois, anos, lembram-se? Andavam os mesmos, nos mesmos sítios a dizer que não havia iluminações e que era uma vergonha, era a única cidade onde não havia iluminações. Ainda bem que no Jornal Ecos o Dr. António José Ramalho defendeu esta opção. Recordo que eu próprio entrevistei na altura os elementos do município que explicaram que haveria iluminações, mais pequenas e menos tempo porque havia dificuldades orçamentais e também tinha havido um problema nas datas da empresa instaladora. Agora, pasme-se, em vez de todos, de camisolas despidas e a bem da nossa terra e das nossas gentes, termos a uma voz gritado, AINDA BEM, A NOSSA CIDADE ESTÁ MUITO BONITA. Não, aparecemos aqui, feitos velhos do Restelo, e claro porque é ano de eleições, a deturpar a verdade e por mero oportunismo politico, andarmos por aí a dizer disparates. Se muitos andam na rua, eu também ando e foi bem notória a satisfação dos Estremocenses pelas iluminações do natal.

         Nada tenho a ver ver com este executivo a não ser a forte amizade com alguns dos elementos, mas nada tem a ver com a politica, tem a ver com algo bem mais importante, a vida e o facto de a politica, as ideologias passarem, mas ficar sempre a amizade, no meu caso, de uma vida inteira. E se isso servir de alguma coisa, também aqui publicamente digo que muito me satisfaz que seja o Tó-Zé Ramalho o candidato do PSD, meu amigo e vizinho de sempre, nasci a 20 metros da sua casa e ainda hoje somos vizinhos. O José Alberto Fateixa, viu-me nascer, praticamente, os nossos pais foram muito amigos e é para mim uma honra muito grande ser seu amigo. Infelizmente na vida, nem amigos podemos ter, alguns, aqueles que como eu se expõem sujeitam-se á maledicência.

         Fecho assim para que não restem duvidas de que nada me move contra ou a favor de ninguém, mas não posso admitir que na política possa valer tudo, isso não…”   

Anúncios

2 comentários

  1. Parabéns, esteve bem agora Zé Gonçalez, o Município está de parabéns pela iluminação. Quanto ao Dr. Assis, vcs conhecem né??

  2. José Gonçalez desculpe dizer-lhe, mas seria bom indicar a página: http://www.estremozmarca.com porque lá percebe-se bem o texto do Dr. Chourilço. ABraços. Margarida


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s