“Não vale fazer batota…”

         Não me incomodem, que hoje não estou cá!

         É o que me apetece dizer, há dias em que pura e simplesmente não devíamos existir.

         Quando nesta coisa de viver sentimos que alguns fazem batota, mas batota daquela mal feita, descarada, apetece-nos, ou pelo menos a mim apetecia-me, fugir, ou tão simplesmente deixar de existir.

         Não entendo, de resto nunca entendi, o que move certas pessoas, porque fazem do mal dizer e da destruição dos outros a sua forma de vida? O que lucram? Que vantagem lhes trará tal atitude? Ninguém no seu perfeito juízo diz mal de alguém. Ou não entendeu que já nasceu e vive, ou então é porque vive sem ter entendido que já nasceu. Talvez possa parecer confuso, mas não é. É que não é o mesmo, nascer é um acto decidido(ou não) por outros, pelos nossos pais, agora viver é diferente, a partir do momento que nos tornamos seres conscientes, pensantes, que tomamos consciência do que nos rodeia, dos objectivos. De onde viemos e onde queremos chegar. Aí sim, vivemos. Temos o poder de perceber o que é bom e o que é mau.

         Vamos passar isto para um jogo de cartas, acompanham-me? Ok, vou dar o jogo, dez cartas para cada um, somos 4, vamos colocar nomes, Francisco, Kiko, António e Miguel.

         – “Então Miguel, que tal, tens bom jogo? – Diz o Kiko.

         – “Nem por isso, só duques e ternos.

         Está a fazer Bluff, estou a ver-lhe a cara, disfarça mal, deve ter por ali um Ászito. 

         – “E tu, como vai isso de trunfos? – Pergunta o Miguel ao Francisco.

         – “Vai bem, muito bem mesmo, belo jogo. 

         Talvez esteja a dizer a verdade, foi convicto.

         – “Vocês são uns sortudos, já eu não tenho um joga que não é peixe nem é carne, come-se. – Falou o António, nem foi preciso perguntar nada.

         – Só faltas tu Kiko, que tal de jogatana? – Pergunta o António.

         – “Eu tenho um jogo razoável, com algum engenho, poderei ganhar, e em função do que dizem, é capaz de não estar mal. Joguemos então.

         Fim do jogo.

         O Miguel ganhou, o António ficou em segundo, o Francisco em terceiro e o Kiko em ultimo.

         – “Isto é que foi um belo jogo. – Diz o Miguel.

         – Não foi mau, não senhor, se não fosse aquela dama, ganhava-te. – Diz o António.

         – “E eu a pensar que tinha um belo jogo, sim senhor! – Exclamou o Francisco que continuou:

– Então e tu Kiko, não dizes nada?

– “Não há nada a dizer. O Miguel disse que tinha só duques e ternos e ganhou. O António “sem jogo nenhum”, ficou em segundo. Tu que até dizias ter bom jogo ficaste em terceiro e eu que até julgava ter um jogo razoável,  e tentei utilizar inteligencia, bom senso e equilibrio, fiquei em ultimo.

– “Mas ouve lá. Disse o Miguel. Tu não vês que isto é como a vida. Não podes dizer tudo. Não podes mostrar tudo. Quanto melhor fingires melhor. Quanto menos deres a entender quem és e o que tens, melhor vives. E sobre tudo, quanto mais conseguires, falar dos outros e despistar os outros, melhor vida terás? Vais subindo, fazendo jogo, inebriando os outros. Não entendes?  Tens que aprender a não por os trunfos na mesa, a fazeres bluff, é fácil. Ok? E não te esqueças, faz disto tudo uma brincadeira, estamos a brincar. Continuamos com a jogatana?

– “Não. Ouviu-se da voz embargada do Kiko. Vou-me embora, não jogo mais. Um dia li um livro de François Mauriac, que terminava assim: “Não sinto o menor desejo de brincar, num mundo em que todos fazem batota”

1 Comentário

  1. Olá Zé!
    Concordo plenamente contigo, é triste mas é verdade há pessoas que se só se setem felizes a dizer mal dos outros, e a pensar como hão-de deitar os outros o mais abaixo possivel. Gostava de saber que lucros tiram com isso, não devem tirar muitos! Até porque Deus está a olhar para eles e sabe como os compensar.
    Sabes? A mim também me tem acontecido muitas vezes, mas agora já nem ligo.
    Sabes porquê? É que eles estão-se rindo de nós, mas um dia somos nós que nos vamos rir deles, e com diz o ditado.Quem ri por último é quem ri melhor.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s