“Metam as gravatas na gaveta…”

         “A capacidade de sonhar e muito mais que isso, a capacidade de tornar os sonhos realidade.

         Quando o Cristiano Ronaldo ganhou o merecidíssimo prémio de melhor do mundo, muitos foram os que vieram a terreiro falar dele, uns bem, outros mal. Eu propositadamente, nada disse. Assisti aqui em casa, descansadamente, a toda a cerimónia, desde a conferencia de imprensa ao inicio da tarde, até à entrega do prémio, ali pela hora de jantar. Eu que até gosto do rapaz, fiquei satisfeitíssimo, gostei mesmo. Gostei de ver a sua mãe, naquela verdadeira falta de grande formação académica, mas na melhor formação do Mundo, aquela que qualquer mãe dá, na melhor das intenções aos seus filhos, sem se preocupar se estava de fato de treino e boné, se seria pirosa, ou feia, ou mal vestida. Que importância é que isso tem, quando o que se pretende celebrar é a vitória, apenas e só como melhor do Mundo, de alguém que lhe saiu das entranhas.

         Habituei-me, há já muito tempo, à maledicência invejosa e maldosa de muitos medíocres. Nesta história do menino de ouro da Madeira, só se pode dizer mal por pura inveja e os argumentos que alguns utilizam para denegrir o rapaz, são no mínimo ridículos. Não é o melhor porque tem muitas namoradas. Não é o melhor, porque tem muitos carros e até estampou um na semana anterior ao prémio. Enfim, para mim só baboseiras. É o melhor, porque é, tem talento, tem espírito de sacrifício, é obstinado, tem garra e tem mesmo o melhor quanto a mim, o facto de querer ser, e dizê-lo abertamente, o melhor. Alguns chamam arrogância. Não entendo arrogante porquê? Porque assume que quer ser o melhor? Querem apostar que se ele aparecesse feito coitadinho, a falar das dificuldades e dessas coisas más, todos os adoravam? O rapaz tem o que de melhor se pode ter, vontade, querer. Isso sim é gente, e fico muito feliz, por mais que o critiquem de que seja assim ele orgulhosamente diz que “Quero ser o melhor, e mais vezes”. Então passamos a vida á procura de talentos, de gente capaz e de vontade e depois pela mesquinhes da inveja quando alguém atinge os mais altos patamares, aí estão alguns a denegrir, a dizer mal.

         No dia do prémio o rapaz telefonou em directo para um programa de TV, quem viu e ouviu, percebeu que de arrogante nada tem e percebeu-se igualmente porque alguns o criticam. –“Sou assim porque sou, sempre sonhei que seria o melhor e todos os dias me levanto com esse pensamento, e todos os dias trabalho para alcançar esse objectivo”  

         Só quem não sonha, ou não tem a capacidade para lutar pelos seus sonhos, é que pode criticar aqueles que se levantam e ao pôr os pés no chão dizem: -“Vamos lá pôr esse sonho em prática”

         Podem-nos cortar tudo, podem criticar-nos, tentarem destruir-nos, mas há uma coisa que todos, mas mesmo todos jamais deveríamos deixar que nos fizessem, é que nos impedissem de sonhar e de passar do sonho á realidade.

         E duma coisa tenho a certeza, nunca ninguém chamará arrogante aos que só criticam, mas tenho igualmente outra certeza, é que nenhum crítico maldizente poderá um dia olhar orgulhosamente para a sua vida e dizer, eu, na minha área, fui o melhor do mundo.

         Que hajam sonhos e quem tenha a capacidade de os pôr em prática, fazendo das suas e das nossas vidas algo absolutamente glorioso, o ganhar dos prémios e a possibilidade de, de pé, os aplaudirmos, mesmo que as suas mãe nos aparecem de ténis e bonés e eles não tenham mais que o nono ano.

          Vou fechar com esta provocaçãozita. Digam lá quem é que não queria receber uns 600 mil euritos por mês? Ter dois ou três carritosos dos mais caros do mundo? Ter vivendas com saunas e piscinas e courts de ténis e essas coisitas? E todas as outras coisas pequeninas que ele tem. Hã, digam lá? Querem ver que se importavam que vos chamassem arrogantes. Vá lá, metam as gravatas na gaveta e rezem, rezem muito, para que um dos vosso filhos, tenha aquele jeitinho para a bola. E já agora, que tenha aquela humildade de onde quer que esteja, não se envergonhar dos seus e ajudá-los, da forma que ele faz.”    

Anúncios

2 comentários

  1. Digamos que a humildade nunca fez mal a ninguém… há grandes jogadores que são humildes há outros que não tanto…a falta de humildade pode ser uma característica bastante irritante…O Messi naquele ano, não tendo sido melhor que ele(agora provavelmente será) sempre se mostrou como um jovem humilde, isso para o futebol não conta para nada, mas como pessoa(figura, ícone), valorizo-o mais por isso.

  2. Amigo Pedro, é obvio que estou de acordo consigo, eu também percebo o que diz, mas para mim a questão pôe-se ao nivel do que se discutia e desvalorizá-lo, só porque tem muitas namoradas, carros e outras coisas mais, era, em meu entender desviar a discusão. Quanto à falta de humildade dele? Eu não sei bem se será bem isso, acho muito honestamente que há mais falta de formação, intelectual e moral que depois leva a algumas coisas que ele diz. Eu admiro-o bastante, pela luta, pela vontade e por essa coisa fantástica que é querer ser o melhor do Mundo e dizê-lo sem medo e, tal como eu, quem perdeu o Pai muito cedo e percebe tudo o que as mães passam para nos criar, só tem que aceitar as vitorias que se conquistam a pulso. Eu muito honestamente não sei se ele não é humilde. Acho que tem tudo e vindo de quem nunca teve nada… pode dar nalgumas atitudes e palavras menos correctas, mas ele, parece-me mesmo bom rapaz.
    Abraços, amigo pedro
    Zé.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s