“Estremoz, uma vaidade pessoal…”

         Estremoz Cidade de Excelência…

         Mesmo que assim não fosse distinguida, para mim, foi, é, e sempre será a minha cidade de excelência. No dia em que no Porto o presidente da edilidade estremocense, o Dr. José Alberto Fateixa,  recebe a referida distinção, eu, a quem felizmente a vida tem dado a possibilidade de andar por aí, felizmente posso dizer que conheço razoavelmente bem este Portugal, ilhas incluídas, e um bocadinho de alguns outros países, devo dizer, com a mesma felicidade com que vejo a nossa terra receber este prémio, que esta terra é linda. Bem sei que terá defeitos, que terá coisas menos boas, que há de facto aspectos que têm sido esquecidos, um bocadinho mais de asseio não faria mal a ninguém, uns arranjinhos por aí, também não ficariam nada mal.

         Estremoz é de facto uma cidade peculiar, tem atributos únicos, uma localização geográfica invejável, um arranjo urbano bastante bom, embora nalgumas zonas a degradação comece a ser problema e a necessitar de um olhar mais atento, e tem esta coisa lindíssima, de olharmos, de quase qualquer ponto da cidade e ver-mos o castelo, e a nossa altaneira Torre de Menagem.

         Sou piegas em relação a Estremoz, não engano ninguém, de resto sou, porque sou, muito emotivo, e em relação a Estremoz, sou indiscutivelmente bairrista. Olho para os problemas e para as coisas que estão menos bem, com esperança, com a certeza de que quem pode decidir, há-de decidir sempre bem, há-de permitir, e cada vez mais tornar esta cidade, num verdadeiro pólo aglutinador de coisas boas. Como se costuma dizer, Estremoz tem um património edificado muito bom, tem boas actividades, tem ambição e tem o melhor que se pode ter, as suas gentes. Lutadoras, abnegadas e muitas vezes brilhantes. Para mim, somos de facto uma grande terra. Muito e bem me falam dela, por onde quer que ande, garanto.

          Eu, que regresso muitas vezes a Estremoz, quando a madrugada há muito já conquistou a Lua, encontro sempre no coração a emoção e a alegria, de ver, como se ali fosse plantada, a minha cidade. Altiva e bonita, porque para mim, é a mais bonita de todas e será sempre merecedora desta excelência agora atribuída, apesar de às vezes ser tão mal tratada, sobretudo por aqueles que cá vivem e moram, sobretudo por aqueles que deveriam ser os primeiros a defendê-la.

         Fecho assim, no último programa de televisão em que participei, “Casamentos de Santo António”, quando em casa, ao fim do dia, estava a ver a gravação, dizia a Tânia Ribas de Oliveira:

         – “José Gonçalez, que veio da lindíssima cidade de Estremoz, com esta voz toda”

         São estas coisas que não se explicam, sentem-se. Ao nossos olhos ninguém pergunta por leituras nem visões especias, esses apenas nos dão a excelencia das lágrimas, muitas vezes inusitadas e comprometedoras, mas verdadeiras!

         Que saibamos todos merecer e honrar esta distinção, agora, senhores da politica, vamos lá pôr em prática esta atribuição, e que para além do papel, Estremoz se torne cada vez mais, uma terra de excelência…

5 comentários

  1. Não sei bem por onde começar, este texto tocou-me, fiquei feliz com a noticia. ao mesmo tempo que me intristece ouvir filhos da terra a dizerem ( odeio Estremoz, isto aqui não desenvolve nada) porque será que dizem isto? Esta frase choca-me profundamente, pois sempre neste concelho vivi, primeiro num monte aqui bem perto, e nestes ultimos anos o meu sonho realizou-se, vim viver para a cidade que adoro e que só cá não nasci porque não há cá maternidade. Esta cidade tem muito para dar, desde que a saibam aproveitar, é uma cidade com defeitos como todas as outras, mas é uma cidade linda com muitas qualidades. É muito bom ser Estremoz viver em Estremoz.

  2. […] “Estremoz, uma vaidade pessoal…” […]

  3. Olhe Zé tem razão em conservar esse bairrismo.
    Estremoz é um cidade bonita e muito atraente, ainda não ouvi dizer a ninguém mal de Estremoz, de facto só de lá , pois não sabem apreciar o bem que Deus lhe deu quando passou por esse Alentejo tão lindo e tão belo.Estava aqui o dia todo a dizer sempre a mesma coisa.
    Por isso Zé faz muito bem defendê-lo da maneira como o faz.

  4. Efectivamente Estremoz é uma cidade linda, pena que não seja tratada como merece, e, não só pelos autarcas tambem muitos dos habitantes, não respeitam nem colaboram , veja-se a quantidade de lixos deixados indevidamente, quer junto dos contentores, quer junto ás muralhas etc…Aos autarcas cabe a missão de tratar assuntos importantes, entre os quais providenciar o abastecimento de água em condições , tanto em quantidade como em qualidade. Cabe ainda e tambem promover a cidade e o concelho e, gerir com competência e respeito pelo património e pelo futuro
    Estremoz vale a pena ser visto com olhos postos no progresso , para que se possam cá fixar pessoas e tenham qualidade de vida.
    Xico Ramos

  5. Que bem plantada que ficou Estremoz nas tuas palavras


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s