“A Equação de Todos os Meus Dias…”

NÃO ME VENHAM PEDIR CONTAS, DESTA VIDA

SE DA VIDA NÃO FIZ CONTAS, E AFINAL

SEI QUE À SOMA HÁ-DE SER SUBTRAIDA

A RAIZ DO QUE ERA BEM, MAS QUE FIZ MAL

ENQUANTO SE SOMAVA À SOLIDÃO

A AUSENCIA DO AMOR MAIS DESEJADO

EU TEIMAVA EM POR UM SIM, ONDE ERA NÃO

SABENDO QUE ALTERAVA O RESULTADO

NA EQUAÇÃO DE TODOS OS MEU DIAS

SIMPLES, JAMAIS SERÁ A REGRA

SE O QUE TENHO PRA SOMAR, ÀS ALEGRIAS

NA MEMÓRIA DO PASSADO, NÃO ME ALEGRA

MAS SE UM DIA A VIDA ME DER UM MOTIVO

PR` ARRISCAR A SOMA NUM FADO FINAL

PODE SER QUE AINDA ASSIM DÊ POSITIVO

O QUE DE MIM VENHA A SOBRAR, COMO TOTAL!

.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s